Em junho de 2017, Nelson Souza deu entrada no Hospital de Urgências da Região Sudoeste (HURSO) após sofrer um acidente enquanto fazia uma manutenção no telhado do rancho da família. Carpinteiro aposentado, ele caiu de uma altura de 4,5m e fraturou oito costelas e a coluna. No HURSO, recebeu todos os cuidados e tratamentos necessários por quase 40 dias.

Na última semana, como forma de expressar sua gratidão, Nelson fez uma visita à Unidade com sua família e a esposa, Maria José Souza. “Sei que estive em boas mãos, recebendo os melhores cuidados e agora trago o meu muito obrigado a toda a equipe. Mais uma vez, é o mínimo que eu poderia fazer”, disse Nelson. “Sempre ouvíamos falar muito bem do Hospital, principalmente do bom atendimento. De fato, constatamos essa qualidade no momento que mais precisamos”, ressaltou Maria José.

Recepção calorosa

Eles foram recebidos pelo médico Dr. Stuart Neves que ficou muito feliz com a atitude. “Não medimos esforços para que todos os pacientes saiam bem do Hospital. Mas não é comum que eles voltem para nos agradecer”, ressaltou.
O filho de Nelson, Rodrigo Souza, que estava em São Paulo à época do acidente, disse que ficou um pouco menos preocupado quando recebeu a notícia por saber que o pai seria atendido no HURSO. “É por isso que hoje percorremos 244 km para trazê-lo aqui e realizar a sua vontade”, expôs.

 

Ajustar fonte

AVISO

Tendo em vista o encerramento do contrato, o Hospital Estadual de Pirenópolis não é mais gerido pelo Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar - IBGH.

As informações constantes neste site referem-se ao período em que a gestão da unidade de saúde estava sob responsabilidade do instituto e estão sendo mantidas em cumprimento às leis de transparência vigentes.