O Hospital Estadual de Urgências da Região Sudoeste (HURSO) leva à risca um Plano de Gerenciamento de Resíduos do Serviço de Saúde que tem como objetivo, por meio de controles específicos e eficazes, impedir possíveis contaminações e o descarte equivocado do lixo. Isso gera segurança e saúde para profissionais, pacientes, visitantes, comunidade e meio ambiente, direta ou indiretamente.

O PGRSS está em concordância com as exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). Ele define a distinção dos tipos de resíduos gerados no Hospital: geração ou segregação; acondicionamento; identificação; transporte interno e destinação final de resíduos produzidos. O Plano também é responsável pela contratação de empresa especializada em coleta desse lixo e de outros materiais hospitalares que são incinerados.

O HURSO realiza ainda treinamentos constantes com os colaboradores; passando orientações para o consumo consciente de materiais de trabalho e o monitoramento da quantidade.

Consciência ambiental

O HURSO destina mensalmente, uma média de 700 kg de papelão para a reciclagem. O valor arrecadado é repassado a um lar de idosos da cidade de Santa Helena como doação.

No mês em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Unidade aproveitou para alertar a todos para os problemas ambientais enfrentados hoje; com foco especial nos problemas locais da cidade de Santa Helena, relacionados a queimadas. Além do PGRSS, o Hospital usou as redes sociais, o site e os murais da Unidade para fazer os alertas.

Ajustar fonte