Para conscientizar aos usuários do HURSO – Hospital de Urgências da Região Sudoeste sobre o Dia Mundial do Diabetes, foi reservada uma manhã para realização de exames de glicemia. Toda a comunidade hospitalar, colaboradores, pacientes e acompanhantes puderam realizar o teste. “É apenas um furinho no dedo, mas que pode salvar vidas. Achei muito interessante a iniciativa”, comentou Francisco Isidro, técnico em gesso.

A ação teve como objetivo conscientizar sobre os riscos que o diabetes pode trazer através da realização da glicemia capilar. “A intenção foi demonstrar que é possível prevenir o quanto antes o aparecimento dessa doença através de um simples exame rápido, prático e pouco doloroso”, explicou Meiriellen Sousa, enfermeira supervisora do Centro Cirúrgico e responsável pela ação.

“Esse tipo de ação é importante tanto na prevenção de doenças silenciosas como também para relembrar que é necessário estar atento a nossa saúde, pois um diagnóstico tardio pode trazer complicações maiores”, complementou Meiriellen.

Dia Mundial do Diabetes

Desde 1991, o dia 14 de novembro é celebrado pela Federação Internacional de Diabetes (IDF: International Diabetes Federation) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como Dia Mundial de Diabetes. O objetivo deste dia é chamar a atenção dos cidadãos para essa doença silenciosa.

O diabetes é uma doença crônica que atinge cerca de 9 milhões de brasileiros e se caracteriza pelo aumento constante dos níveis de glicemia no sangue. Sua incidência tem aumentado em todo mundo pelos hábitos alimentares inadequados, pela obesidade e sedentarismo.

Como descobrir o Diabetes?

Os sintomas mais comuns são: rápida perda de peso, muita fome, muita sede, vontade de urinar constante, cansaço sem explicação, dificuldade para cicatrização, falta de concentração, infecções frequentes e visão embaçada. Caso apresente um ou mais sintomas, é necessário procurar orientação médica o mais rápido possível.

É importante lembrar que o SUS oferece tratamento completo e gratuito para a população.

Ajustar fonte