A pandemia de Coronavírus impõe novos hábitos no dia a dia das pessoas. Mesmo em pequenas ações, há uma necessidade maior de cuidados com a higiene e desinfecção. Seja na hora de organizar as compras do supermercado, no cuidado com as roupas usadas ao sair na rua, a escolha da máscara certa para cada situação e os cuidados com o lar.

Um cuidado importante é com as compras ao chegar em casa. Embalagens e sacos plásticos podem ser meios de contaminação para o novo Coronavírus, uma vez que podem ser manuseados por várias pessoas.

Infectologistas indicam que água e sabão são suficientes para limpar itens que vêm em embalagens de plástico, como os produtos de limpeza. Para produtos que sejam à base de papelão, um pano umedecido com um pouco de álcool a 70%. Passe o pano e pode colocar no armário de forma tranquila. Pode-se também lavar com água e sabão, usando uma esponja para retirar resíduos de sujeiras que podem ter ficado.

Frutas e legumes devem ser colocados num recipiente com água e quatro gotas de hipoclorito de sódio. Mantenha por 5 a 10 minutos, depois retire essa água e lave com água corrente normalmente.

As embalagens de carnes e peixes também podem ter sido manipulada por outros pessoas. Então, ao chegar em casa, deve-se abrir essas embalagens de forma cuidadosa e jogá-las no lixo. Lavar a mão com água e sabão e só depois colocar a carne em outro recipiente que possa guardar na geladeira.

Sacolas plásticas e outras embalagens merecem cuidado, pois o vírus pode aderir nas superfícies. A orientação é pelo descarte.

Roupas e calçados

Ao chegar em casa entre sem sapatos. Os calçados podem servir de meios de transportes para o vírus. O correto, portanto, é deixá-los para fora de casa. Também é aconselhável separar um par para dar essas voltinhas. Se não puder deixar os sapatos de fora, entre com ele nas mãos e leve-os para a lavanderia, limpe e, em seguida, guarde-os com os outros sapatos.

Outra recomendação é colocar as roupas direto no cesto de peças sujas ou na máquina de lavar. Espere acumular uma boa quantidade e lave tudo.

Depois disso, tome um banho e então poderá se relacionar com as outras pessoas da casa. Antes do banho, evite colocar as mãos no rosto ou mesmo nas paredes ou móveis da casa.

Bolsas e mochilas devem ser higienizadas com álcool 70, algum produto específico para essa finalidade ou mesmo uma solução com água e gotinhas de detergente. Outra dica é: arranje algum lugar em que consiga pendurar esses acessórios. Isso evita o risco de contaminar superfícies como sofás, mesas e cadeiras.

Assim que entrar em casa, limpe a maçaneta. E faça o mesmo com qualquer objeto que tenha sido encostado antes de lavar as mãos com água e sabão, como telefone, controle remoto ou outros.

Uso de máscara requer cuidados

Na hora de usar a máscara, deve-se estar atento a certos cuidados. Antes de colocar a máscara, higienize as mãos com álcool ou água e sabão. Coloque a máscara com cuidado, de modo a cobrir a boca e o nariz, e ajuste-a para minimizar o espaço vazio entre o rosto e a máscara.

Enquanto estiver usando, evite tocar na máscara. Remova a máscara sem tocar na parte da frente, retirando pelo elástico ou laço na parte traseira. Sempre que tocar em uma máscara usada, limpe as mãos usando álcool em gel ou água e sabão.

Se a máscara ficar úmida, substitua por uma nova máscara limpa e seca. Não reutilize máscaras descartáveis. Descarte as máscaras descartáveis após cada uso e imediatamente após a remoção.

O uso e o descarte apropriados são essenciais para garantir a eficácia das máscaras e evitar o risco de transmissão do vírus.

Ambientes limpos

A limpeza da casa também merece reforços nos cuidados. Para famílias sem suspeitos de infecção pelo Coronavírus, especialistas afirmam que a limpeza pode ser feita com água sanitária e desinfetante. Com a água sanitária, deve-se lavar o chão, paredes, cubas, pias, etc. O desinfetante pode ser usado principalmente para limpeza do interior do vaso sanitário e também na própria pia depois da aplicação do hipoclorito de sódio. O uso de um pano umedecido com álcool também é uma forma segura para a limpeza.

A limpeza deve ser maior em portas, maçanetas e torneiras, uma vez que estes são locais que são tocados com mais regularidade. Estes devem ser higienizados de preferências duas a três vezes ao dia, assim como as cubas, pias e os vasos sanitários.

Já para famílias com infectados ou com suspeitos de infecção, infectologistas afirmam que a limpeza deve ser mais rigorosa. Quem fizer a limpeza, deve usar luvas e máscara. Tem que limpar diariamente as superfícies em que ocorra contato com mais frequência, como maçanetas, cadeiras, sofás, mesas, pias, torneiras, teclado, interruptores, telefone e outros. 

Para a limpeza e desinfecção, recomenda-se usar os produtos habituais ou, preferencialmente, uma solução de água sanitária. É importante lembrar que o infectado deve ser mantido em um cômodo isolado e deve realizar a própria limpeza desse quarto.

Ajustar fonte